Nenhum comentátrio

Judeus da Eleição e Gentios da Predestinação

Deus determinou antes da fundação do mundo um plano perfeito para os Seus filhos que seria manifestado em tempos oportunos, através de alianças e da Sua cruz para que a promessa se cumprisse e todas as ovelhas fossem juntadas num só rebanho.

 

PENSAMENTO: Judeus da eleição e gentios da predestinação são os dois povos sobre a terra que, ainda que divergentes quanto ao evangelho, são filhos amados do Senhor. Embora a grande maioria do povo evangélico não saiba, mas todos os judeus descendentes dos patriarcas da bíblia são filhos eleitos de Deus nacionalmente. Mas aprouve a Deus chamar um outro povo “incircunciso na carne” e alheio às alianças que seria circuncidado no coração mediante a fé em Jesus Cristo. Este povo somos nós, gentios predestinados,  que nos tornamos co-participantes da promessa através de nosso pai na fé, Abraão.

  1. Deus escolhe Abraão para ser uma nação.
    Gn 12:1,2
    “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;
    de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!”
    Gn 15:5,6
    “Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade.
    Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado(1) para justiça.”
    Gn 17:4
    “O incircunciso, que não for circuncidado(2) na carne do prepúcio, essa vida será eliminada do seu povo; quebrou a minha aliança.”
  2. Deus cumpre a promessa lhe dando um filho.
    Gn 21:1-3
    “Visitou o SENHOR a Sara, como lhe dissera, e o SENHOR cumpriu o que lhe havia prometido.
    Sara concebeu e deu à luz um filho a Abraão na sua velhice, no tempo determinado, de que Deus lhe falara.  Ao filho que lhe nasceu, que Sara lhe dera à luz, pôs Abraão o nome de Isaque.”
  3. Isaque casa-se com Rebeca, que lhe dá dois filhos.
    Gn 25:19-26
    “São estas as gerações de Isaque, filho de Abraão. Abraão gerou a Isaque;
    era Isaque de quarenta anos, quando tomou por esposa a Rebeca, filha de Betuel, o arameu de Padã-Arã, e irmã de Labão, o arameu.
    Isaque orou ao SENHOR por sua mulher, porque ela era estéril; e o SENHOR lhe ouviu as orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu.
    Os filhos lutavam no ventre dela; então, disse: Se é assim, por que vivo eu? E consultou ao SENHOR.
    Respondeu-lhe o SENHOR: Duas nações há no teu ventre, dois povos, nascidos de ti, se dividirão: um povo será mais forte que o outro, e o mais velho servirá ao mais moço.
    Cumpridos os dias para que desse à luz, eis que se achavam gêmeos no seu ventre.
    Saiu o primeiro, ruivo, todo revestido de pêlo; por isso, lhe chamaram Esaú.
    Depois, nasceu o irmão; segurava com a mão o calcanhar de Esaú; por isso, lhe chamaram Jacó. Era Isaque de sessenta anos, quando Rebeca lhos deu à luz.”
  4. Jacó gera filhos. Estes dão origem às 12 tribos de Israel – Rúben, Simeão, Levi, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Aser, Naftali, José, Benjamim.
    Gn 49:1-27
    “Depois, chamou Jacó a seus filhos e disse: Ajuntai-vos, e eu vos farei saber o que vos há de acontecer nos dias vindouros:
    Ajuntai-vos e ouvi, filhos de Jacó; ouvi a Israel, vosso pai.
    Rúben, tu és meu primogênito, minha força e as primícias do meu vigor, o mais excelente em altivez e o mais excelente em poder.
         Impetuoso como a água, não serás o mais excelente, porque subiste ao leito de teu pai e o profanaste; subiste à minha cama.
         Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência.
         No seu conselho, não entre minha alma; com o seu agrupamento, minha glória não se ajunte; porque no seu furor mataram homens, e na sua vontade perversa jarretaram(3) touros.
         Maldito seja o seu furor, pois era forte, e a sua ira, pois era dura; dividi-los-ei em Jacó e os espalharei em Israel.
         Judá, teus irmãos te louvarão; a tua mão estará sobre a cerviz(4) de teus inimigos; os filhos de teu pai se inclinarão a ti.
         Judá é leãozinho; da presa subiste, filho meu. Encurva-se e deita-se como leão e como leoa; quem o despertará?
         O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de entre seus pés, até que venha Siló; e a ele obedecerão os povos.
         Ele amarrará o seu jumentinho à vide e o filho da sua jumenta, à videira mais excelente; lavará as suas vestes no vinho e a sua capa, em sangue de uvas.
         Os seus olhos serão cintilantes de vinho, e os dentes, brancos de leite.
         Zebulom habitará na praia dos mares e servirá de porto de navios, e o seu limite se estenderá até Sidom.
         Issacar é jumento de fortes ossos, de repouso entre os rebanhos de ovelhas.
         Viu que o repouso era bom e que a terra era deliciosa; baixou os ombros à carga e sujeitou-se ao trabalho servil.
         Dã julgará o seu povo, como uma das tribos de Israel.
         Dã será serpente junto ao caminho, uma víbora junto à vereda, que morde os talões do cavalo e faz cair o seu cavaleiro por detrás.
         A tua salvação espero, ó SENHOR!
         Gade, uma guerrilha o acometerá; mas ele a acometerá por sua retaguarda.
         Aser, o seu pão será abundante e ele motivará delícias reais.
         Naftali é uma gazela solta; ele profere palavras formosas.
         José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto à fonte; seus galhos se estendem sobre o muro.
         Os flecheiros lhe dão amargura, atiram contra ele e o aborrecem.
         O seu arco, porém, permanece firme, e os seus braços são feitos ativos pelas mãos do Poderoso de Jacó, sim, pelo Pastor e pela Pedra de Israel,
         pelo Deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-Poderoso, o qual te abençoará com bênçãos dos altos céus, com bênçãos das profundezas, com bênçãos dos seios e da madre.
         As bênçãos de teu pai excederão as bênçãos de meus pais até ao cimo dos montes eternos; estejam elas sobre a cabeça de José e sobre o alto da cabeça do que foi distinguido entre seus irmãos.
         Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã devora a presa e à tarde reparte o despojo.”
  5. 70 pessoas da família de Jacó entram no Egito.
    Ex 1:1-5
    “São estes os nomes dos filhos de Israel que entraram com Jacó no Egito; cada um entrou com sua família:
    Rúben, Simeão, Levi e Judá,
    Issacar, Zebulom e Benjamim,
    Dã, Naftali, Gade e Aser.
    Todas as pessoas, pois, que descenderam de Jacó foram setenta; José, porém, estava no Egito.”
  6. Os filhos de Israel se multiplicaram.
    Ex 1:6-8
    “Faleceu José, e todos os seus irmãos, e toda aquela geração.
    Mas os filhos de Israel foram fecundos, e aumentaram muito, e se multiplicaram, e grandemente se fortaleceram, de maneira que a terra se encheu deles.
    Entrementes, se levantou novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José.”
  7. Os filhos de Israel se tornaram escravos no Egito.
    Ex 1:13
    “então, os egípcios, com tirania(5), faziam servir os filhos de Israel”
  8. Deus liberta o Seu povo do Egito.
    Ex 3:6-10
    “Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus.
    Disse ainda o SENHOR: Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus exatores(6). Conheço-lhe o sofrimento;
    por isso, desci a fim de livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel; o lugar do cananeu, do heteu, do amorreu, do ferezeu, do heveu e do jebuseu.
    Pois o clamor dos filhos de Israel chegou até mim, e também vejo a opressão com que os egípcios os estão oprimindo.
    Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito.”
  9. O povo de Deus sai em busca da terra prometida e guerreia com os povos inimigos.
    Js 11:20,23
    “Porquanto do SENHOR vinha o endurecimento do seu coração para saírem à guerra contra Israel, a fim de que fossem totalmente destruídos e não lograssem(7) piedade alguma; antes, fossem de todo destruídos, como o SENHOR tinha ordenado a Moisés.
    Assim, tomou Josué toda esta terra, segundo tudo o que o SENHOR tinha dito a Moisés; e Josué a deu em herança aos filhos de Israel, conforme as suas divisões e tribos; e a terra repousou da guerra.”
  10. Deus promete um libertador.
    Is 11:1
    “Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo.”
    Is 9:6,7
    “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;
    para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.”
  11. Cristo descende dos Judeus.
    Rm 9:45
    “São israelitas. Pertence-lhes a adoção e também a glória, as alianças, a legislação, o culto e as promessas;
    deles são os patriarcas, e também deles descende o Cristo, segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito para todo o sempre. Amém!”
  12. Tudo o que aconteceu com Jesus estava determinado.
    At 4:24-28
    “Ouvindo isto, unânimes, levantaram a voz a Deus e disseram: Tu, Soberano Senhor, que fizeste o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há;
    que disseste por intermédio do Espírito Santo, por boca de Davi, nosso pai, teu servo: Por que se enfureceram os gentios, e os povos imaginaram coisas vãs?
    Levantaram-se os reis da terra, e as autoridades ajuntaram-se à uma contra o Senhor e contra o seu Ungido;
    porque verdadeiramente se ajuntaram nesta cidade contra o teu santo Servo Jesus, ao qual ungiste, Herodes e Pôncio Pilatos, com gentios e gente de Israel,
    para fazerem tudo o que a tua mão e o teu propósito predeterminaram;”
    At 2:23
    “sendo este entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus, vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos(8);”
  13. Os judeus eleitos são os descendentes dos patriarcas, filhos da promessa.
    Rm 9:6-8
    “E não pensemos que a palavra de Deus haja falhado, porque nem todos os de Israel são, de fato, israelitas(9);
    nem por serem descendentes de Abraão são todos seus filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência.
    Isto é, estes filhos de Deus não são propriamente os da carne, mas devem ser considerados como descendência os filhos da promessa.”
  14. Os gentios alcançaram a justiça pela fé.
    Rm 9:30-33
    “Que diremos, pois? Que os gentios, que não buscavam a justificação, vieram a alcançá-la, todavia, a que decorre da fé;
    e Israel, que buscava a lei de justiça, não chegou a atingir essa lei.
    Por quê? Porque não decorreu da fé, e sim como que das obras. Tropeçaram na pedra de tropeço(10),
    como está escrito: Eis que ponho em Sião uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, e aquele que nela crê não será confundido”
  15. Os judeus têm zelo por Deus, mas não com entendimento.
    Rm 10:1-4
    “Irmãos, a boa vontade do meu coração e a minha súplica a Deus a favor deles são para que sejam salvos.
    Porque lhes dou testemunho de que eles têm zelo por Deus, porém não com entendimento.
    Porquanto, desconhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram à que vem de Deus.
    Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.”
  16. Deus não rejeitou o Seu povo. Existe hoje um remanescente da Graça.
    Rm 11:1,2,5
    “Pergunto, pois: terá Deus, porventura, rejeitado o seu povo? De modo nenhum! Porque eu também sou israelita da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim.
    Deus não rejeitou o seu povo, a quem de antemão conheceu. Ou não sabeis o que a Escritura refere a respeito de Elias, como insta perante Deus contra Israel, dizendo:
    Assim, pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente(11) segundo a eleição da graça.”
  17. O Senhor endureceu a Israel.
    Rm 11:7,8
    “Que diremos, pois? O que Israel busca, isso não conseguiu; mas a eleição o alcançou; e os mais foram endurecidos,
    como está escrito: Deus lhes deu espírito de entorpecimento(12), olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até ao dia de hoje.”
  18. O que falta ao povo judeu é ser reconciliado com Deus.
    Hb 4:2
    “Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, como se deu com eles; mas a palavra que ouviram não lhes aproveitou, visto não ter sido acompanhada pela fé naqueles que a ouviram.”
  19. Os judeus foram postos em ciúmes.
    Rm 10:19
    “Pergunto mais: Porventura, não terá chegado isso ao conhecimento de Israel? Moisés já dizia: Eu vos porei em ciúmes com um povo que não é nação, com gente insensata eu vos provocarei à ira.”
  20. Se os judeus estivessem recebido a Cristo, nós não teríamos chance.
    Rm 11:11
    “Pergunto, pois: porventura, tropeçaram para que caíssem? De modo nenhum! Mas, pela sua transgressão, veio a salvação aos gentios, para pô-los em ciúmes.”
  21. Os judeus são ramos naturais da oliveira. Os gentios foram enxertados.
    Rm 11:23,24
    “Eles também, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; pois Deus é poderoso para os enxertar(13) de novo.
    Pois, se foste cortado da que, por natureza, era oliveira brava e, contra a natureza, enxertado em boa oliveira, quanto mais não serão enxertados na sua própria oliveira aqueles que são ramos naturais!”
  22. Ninguém pode ignorar este mistério.
    Rm 11:25
    “Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério (para que não sejais presumidos(14) em vós mesmos): que veio endurecimento em parte a Israel, até que haja entrado a plenitude dos gentios.”
  23. Todo Israel será salvo (iluminado).
    Rm 11:26
    “E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: Virá de Sião o Libertador e ele apartará de Jacó as impiedades.”
  24. Os judeus são inimigos quanto ao evangelho, mas amados quanto à eleição, porque Deus não muda.
    Rm 11:28,29
    “Quanto ao evangelho, são eles inimigos por vossa causa; quanto, porém, à eleição, amados por causa dos patriarcas;
    porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis.”
  25. Todos foram desobedientes: judeus e gentios.
    Rm 11:30-32
    “Porque assim como vós também, outrora, fostes desobedientes a Deus, mas, agora, alcançastes misericórdia, à vista da desobediência deles,
    assim também estes, agora, foram desobedientes, para que, igualmente, eles alcancem misericórdia, à vista da que vos foi concedida.
    Porque Deus a todos encerrou na desobediência, a fim de usar de misericórdia para com todos.”
  26. Os ramos naturais foram quebrados para que os ramos bravos fossem enxertados na mesma árvore que é Jesus.
    Rm 11:17,18
    “Se, porém, alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo oliveira brava, foste enxertado em meio deles e te tornaste participante da raiz e da seiva da oliveira,
    não te glories contra os ramos; porém, se te gloriares, sabe que não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz, a ti.”
  27. Nós, gentios, nascemos em pecado e por breve tempo andamos largados.
    Is 54:7
    “Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te;”
  28. A chamada é para os judeus por eleição nacional e para os gentios por predestinação.
    Rm 9:24
    “os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?”
  29. Deus uniu o povo judeu com o gentio através da cruz.
    Ef 2:11-16
    “Portanto, lembrai-vos de que, outrora, vós, gentios na carne, chamados incircuncisão por aqueles que se intitulam circuncisos, na carne, por mãos humanas,
    naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo.
    Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo.
    Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derribado a parede da separação que estava no meio, a inimizade,
    aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse, em si mesmo, um novo homem, fazendo a paz,
    e reconciliasse ambos em um só corpo com Deus, por intermédio da cruz, destruindo por ela a inimizade.”
  30. Judeus e gentios têm acesso ao Pai em Espírito.
    Ef 2:17,18
    “E, vindo, evangelizou paz a vós outros que estáveis longe e paz também aos que estavam perto;
    porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai em um Espírito.”
  31. O gentio predestinado também é filho de Abraão e herdeiro da promessa.
    Gl 3:29
    “E, se sois de Cristo, também sois descendentes de Abraão e herdeiros segundo a promessa.”
  32. Judeus e gentios predestinados são ovelhas de apriscos diferentes, mas de um mesmo rebanho.
    Jo 10:16
    “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.”
  33. Os filhos da perdição estão aí para servirem os descendentes de Sem e de Jafé.
    Gn 9:25-27
    “e disse: Maldito seja Canaã; seja servo dos servos a seus irmãos.
    E ajuntou: Bendito seja o SENHOR, Deus de Sem; e Canaã lhe seja servo.
    Engrandeça Deus a Jafé, e habite ele nas tendas de Sem; e Canaã lhe seja servo.”
PALAVRA FINAL: Não julgue nem se glorie do fato de os não judeus terem recebido Jesus como o Senhor e Salvador, mas entenda que isto faz parte de um plano perfeito de Deus, através do qual a salvação pôde chegar a você, que agora O reconhece no coração como Senhor da sua vida. Os judeus são os ramos naturais de uma oliveira (Jesus), que foram quebrados para que nós, ramos bravos, pudéssemos ser enxertados e participantes da seiva da vida. E a verdade é que a raiz é quem sustenta os ramos. Deus está sempre no controle e enxertará os ramos naturais na oliveira assim que todos os gentios predestinados tiverem sido alcançados pelo evangelho.

(1) imputado:
Atribuído.
(2) circuncidado:
Ao nascer, todo judeu tinha o prepúcio do pênis cortado para cumprir a lei que Deus havia dado para marcar o Seu povo.
(3) jarretaram:
Inutilizaram, destruiram.
(4) cerviz:
Nuca. Aqui o texto diz que os inimigos se curvarão à Judá.
(5) tirania:
Opressão, barbaridade, violência.
(6) exatores:
Cobradores de impostos.
(7) lograssem:
Mostrassem o resultado esperado de…
(8) iníquos:
Injustos, perversos, malvados.
(9) israelitas:
No contexto, refere-se a judeus eleitos.
(10) pedra de tropeço:
Referindo-se à Lei de Moisés.
(11) remanescente:
Que sobra.
(12) entorpecimento:
Indolência, sonolência, apatia.
(13) enxertar:
Inserir, introduzir quem não tem direitos.
(14) presumidos:
Aperfeiçoados, esmerados, vaidosos.

 

Postar comentário